Processo que dará origem à construção da ferrovia EF-170 tem início no país, por Felipe Montoro Jens

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), entidade ligada ao governo federal, responsável pela fiscalização das condições de transporte no país, divulgou em 2017 informações sobre as obras da ferrovia Ferrogrão, oficialmente mencionada como EF-170. Quem reporta a notícia é Felipe Montoro Jens, executivo Especialista em Projetos de Infraestrutura.

Devido ao tamanho que se espera que a ferrovia venha a ter, vale salientar que esta compreenderá regiões distintas do território brasileiro. Assim sendo, operadores logísticos do país terão mais essa opção de transporte, que transitará pelos estados do Matogrosso e do Pará. Felipe Montoro Jens esclarece que já se cogita a realização da escolha da empresa concessionária com o planejamento de um leilão público para que isso possa se concretizar em breve.

O regime de contratação da companhia que construirá a Ferrogrão será o de concessão, pontua o executivo Felipe Montoro Jens. Esta, por sua vez, será firmada considerando-se um intervalo de tempo de 65 anos. Para consegui ser escolhida, a empresa deverá ter condições financeiras e estratégicas que possibilitem a outorga de valores satisfatórios às demandas públicas.

Felipe Montoro Jens aponta que, em um primeiro momento, todos os esforços da concessionária estarão direcionados à conclusão da obra. Após esta fase inicial, contudo, já serão definidas as demais atribuições que caberão à companhia escolhida. O especialista em projetos de infraestrutura noticia que já se sabe que as atividades operacionais também deverão ser feitas pela mesma organização.

Haverá um investimento inicial de cerca de 12 bilhões de reais a fim de que a obra da EF-170 possa de fato ser iniciada, alerta Felipe Montoro Jens. O montante, conforme explica o executivo, é originário de uma ação do governo federal. Com isso, o que se espera é que uma quantidade expressiva de produtos possa ser transportada pelo corredor ferroviário que se planeja construir.

Conheça a biografia do especialista em infraestrutura Felipe Montoro Jens.

Aumento da temperatura ocorre duas vezes mais rápido no Canadá

Um relatório divulgado pelo governo canadense revelou que o Canadá está esquentando em um ritmo maior que no resto do mundo. De acordo com as notícias divulgadas pelo relatório, em média o ritmo de aquecimento do país chega a ser duas vezes mais rápido do que nas demais regiões do planeta. O relatório ainda apontou que algumas partes do país já notam a mudança climática e as projeções são de que essas regiões se intensifiquem ao longo do tempo.

Outro dado apontado pelo relatório alerta que alguns efeitos causados pelo aquecimento global já se tornaram irreversíveis. No Canadá, a temperatura anual média teve um aumento de 1.7º C considerando os dados desde 1948, quando o país começou a medir as temperaturas todos os anos.

O relatório apontou que as regiões do país que mais registraram aumento de temperatura foram no Norte das Pradarias e no Norte da Colúmbia Britânica. Somente na região norte do país as temperaturas aumentaram em média 2.3º C.

“Mesmo com as variações naturais do clima, a ação do homem é a contribuição mais predominante para o aumento da temperatura média anual no Canadá”, revelou o relatório. “Podemos arriscar dizendo que mais da metade do aumento de temperatura que ocorre no Canadá está relacionado as atividades humanas e suas consequências”, concluiu o relatório.

Como consequência do aquecimento no Canadá, o país tem observado eventos meteorológicos mais extremos. As temperaturas mais altas oferecem um maior risco de ondas de calor, o que por si só já oferece o risco de incêndios e fortes secas no país. Com isso, os oceanos também sofreram, assim como toda a vida marinha de regiões próximas ao Canadá. De acordo com o relatório, a projeção é de que os oceanos se tornem menos oxigenados e mais ácidos a medida que a temperatura aumenta.

Já no caso do oceano ártico do Canadá, as projeções são de que no verão não haverá gelo nos próximos anos. Esse derretimento das geleiras do ártico canadense resultará no aumento do nível do mar, o que também contribuirá para um maior risco de alagamentos, chuvas mais inteiras, entre outros problemas ambientais.

Como escolher a fonte mais legível para o seu blog

Garanto-lhe que identificar o personagem certo é um passo fundamental para construir um blog inoxidável! Aqui estão os passos essenciais para escolher a fonte certa para o seu projeto.

O conteúdo é o rei, mas e se os usuários não pudessem ler por causa de um personagem incompreensível? Você deve escolher a fonte do blog, você deve ter dimensões e formas capazes de acolher o usuário. E não se canse de ler.

Você deve usar a fonte mais legível para o seu blog. Tanto esforço jogado no ar por uma fonte quebrada, mas às vezes são os detalhes que fazem a diferença. Pequenos detalhes como escolher um personagem que respeite essas regras de usabilidade simples e fundamentais. Veja dica para economia de recursos e como escolher a fonte do blog.

No universo da escrita (tanto online como offline, não há diferença neste caso) é prática comum considerar o tamanho do texto como sinônimo de importância e visibilidade.

Em um post ou em uma página da web, o título principal terá uma dimensão maior que o título de um parágrafo, que por sua vez será maior que uma subseção e assim por diante, a fim de respeitar as principais regras de consequencialidade dos cabeçalhos.

Para o corpo do parágrafo, uso uma dimensão intermediária, não muito pequena, mas não muito grande, para facilitar a leitura. Como escolher o tamanho da fonte? Qual deve ser o tamanho do personagem do blog? O tamanho certo para melhorar a legibilidade começa em 16 px para o texto do corpo.

Obviamente, a tag H1 será maior porque representa o título do post, o H2, em vez disso, um pouco menor e, portanto, até o corpo. Crie uma hierarquia com fontes e melhore a legibilidade do conteúdo na web. Isso acontece graças a uma fonte melhor.

Cor da fonte legível – Para escolher a cor dos personagens, você deve se colocar no papel de leitor. Ele tende a digitalizar o conteúdo e não pode ter dor de cabeça para ler texto amarelo em um fundo verde ou um post escrito em um fundo cheio de variações.

A cor da fonte é importante. Quaisquer recursos? Lembre-se de usar uma combinação que aprimore o contraste entre o texto e a cor do plano de fundo. Então, para ajudá-lo a escolher a cor, você pode recomendar Color Contrast Analyzer e Color Contrast Chek, que permitem fazer alguns testes antes de colocar tudo online. E escolha a fonte correta.

Massagem com bambu está entre tratamentos relaxantes

Ter um tempo para viajar e se hospedar em um hotel confortável é muito agradável, ainda mais se o hotel conta uma infraestrutura de spa. As facilidades de quem pode aproveitar um relaxamento no próprio hotel deixam ainda mais atrativa uma viagem, e até mesmo para aqueles que não vão se hospedar em um spa.

Os resorts que contam com diversos serviços para trazer mais conforto oferecem tratamentos de bem-estar com preços que não são tão convidativos, mas que valem o investimento. No Brasil, diversos lugares propiciam  dias de relaxamentos luxuosos e altamente satisfatórios.

No litoral da Bahia, em Itacaré, o spa Shamash possui uma ampla área com 1.200 m², no local existem jardins que fortalecem ainda mais a beleza natural da região. O spa possui uma piscina aquecida com borda infinita e vista panorâmica para o mar, três salas de massagens para uma pessoa, e três salas de massagens para casais, sauna úmida e sauna seca. As técnicas indianas dos tratamentos são fundidas com tradições indígenas do Brasil. Para aproveitar uma sessão de massagem, será necessário desembolsar R$ 520 para um casal, a massagem possui duração de uma hora.

No litoral de São Paulo, no Guarujá (SP), o Spasissimo – Casa Grande Hotel & SPA, é uma das boas notícias da região, fica na praia da Enseada, e tem uma área de 1800 m². Os tratamentos proporcionados pelo hotel incluem os faciais, corporais, acupuntura, banhos revitalizantes e esfoliação, massagens e meditação. A infraestrutura tem piscina aquecida com borda infinita, área úmida de relaxamento, sala de massagem e banho relaxante, duas saunas e academia. Os serviços do hotel spa inclui tratamentos que podem durar mais de um dia, e podem ser usufruídos por quem não é hóspede. Os preços dos serviços podem ser consultados entrando em contato diretamente com o recinto.

Com cinco salas de massagens o resort Vila Galé localizado no litoral do Rio Grande do Norte, em Touros, possui o Spa Satsanga. O local conta com uma piscina aquecida e sauna úmida. A vista para o mar é um atrativo a parte que promete uma paisagem relaxante e cheia de beleza. Em um tratamento existe uma massagem chamada de “bambuterapia”, não tão comum entre os demais spas, essa massagem chama a atenção por ser feita enrolando hastes de bambu de forma suave no corpo. Os benefícios prometidos por esse tratamento é o relaxamento e estímulo do sistema linfático.

Como criar um site multilíngue

Cada vez mais sites estão trabalhando com um público de todo o mundo. Portanto, muitas pessoas têm uma pergunta: como criar um site multilíngue. No entanto, criar um site multilíngue nem sempre é fácil e depende muito da plataforma escolhida em que o site já está sendo executado. Neste artigo, discutiremos brevemente como criar um site multilíngue.

Para cada idioma, um site separado – Implementação técnica – A maneira mais fácil de fazer isso para cada idioma é um site separado. A desvantagem dessa abordagem é que você não terá apenas que colocar várias cópias do site e pagar por cada domínio, mas também que, se o seu site precisar consistir de vários idiomas, o domínio desejado poderá estar ocupado. E como regra geral, será muito caro ou impossível comprar um domínio.

Conteúdo – O conteúdo de cada site deve ser traduzido em seu próprio idioma. Cada site possui seu próprio banco de dados no qual todo o conteúdo é colocado, assim como o armazenamento de arquivos, imagens e vídeos.

Recursos de SEO – A promoção de cada site de idioma é muito mais difícil se todo o conteúdo foi postado em um site.

Alternar idioma usando sessões – Implementação de negócios técnica – Se na versão com a divisão do site em seções de idioma, você precisa fazer para cada segmento de idioma de seção no URL, em seguida, para alternar o idioma usando sessões não é necessário.

Nesta opção, você precisa adicionar um interruptor especial no site do idioma desejado. Assim que o usuário selecionar o idioma de que precisa, na sessão você anotará qual idioma foi escolhido e, com base nesse resultado, o conteúdo necessário.

Tradução Automática – Implementação técnica – Em alguns casos, quando você precisa criar rapidamente um site multilíngue, pode usar ferramentas especiais para tradução automática de conteúdo. Tais ferramentas são fornecidas na forma de widgets instalados no site e API para desenvolvedores. Por exemplo, o Yandex possui uma API de tradutor semelhante.

Ao entrar no site, o usuário deve fornecer um switch especial ou lista suspensa com a qual ele pode selecionar o idioma que ele precisa.

A qualidade do conteúdo dependerá diretamente da ferramenta de tradução usada. Muitas vezes, o significado geral do texto com tal tradução não é perdido e é fácil de ler. No entanto, para falantes nativos, essa tradução pode, em alguns lugares, ser imprecisa.

Design Law: Como posso proteger meu design?

O design geralmente é mais do que apenas a forma e a cor de um produto ou de uma superfície. Para muitas empresas, o design é um fator econômico importante. Porque padrões ou cores marcantes se tornam uma marca registrada e, portanto, uma parte integral da identidade corporativa. Na maioria dos casos, o design também é crucial para o sucesso, pois influencia diretamente as decisões de compra dos clientes. Seja on-line ou no varejo fixo: o design é um importante ponto de venda exclusivo e uma pista importante para os consumidores ao comparar produtos. Por isso é importante que as empresas protejam seus projetos. Qual é o design certo?

O design direito, anteriormente registrado como um direito de design, protege as realizações de design por designers gráficos, designers, designers de moda e outros designers de objetos do cotidiano.

Para registrar oficialmente um conceito de design como um design, ele deve atender a alguns requisitos. É claro que o design deve ser novo. Até a data do depósito, nenhum projeto idêntico ou muito semelhante pode estar no mercado. Além disso, o design deve ter uma peculiaridade e, portanto, diferir dos existentes. Os requisitos de novidade e peculiaridade não examina o escritório. Um, portanto, fala do projeto registrado do chamado direito de propriedade não verificado.

Apenas quando se trata de uma disputa. Por exemplo, para processos de invalidez antes do DPMA ou um risco de lesão em tribunal, é o teste oficial de notícias. Se ficar aparente que a condição para o aplicativo de design não estava disponível no momento da aplicação, não há direito de proteção, apesar do registro oficial. As empresas ou os indivíduos devem, portanto, pesquisar de perto e ver se seu design realmente se enquadra no esquema.

Como mencionado acima, o DPMA não verifica todos os requisitos para o aplicativo de design. Empresas ou indivíduos que desejam se inscrever para um projeto devem, portanto, primeiro verificar cuidadosamente se seu projeto é realmente novo e original. O passo mais importante é pesquisar o vocabulário existente. A base de dados oficial de publicação e registro do DPMA é de livre acesso e a pesquisa on-line é possível gratuitamente. Todos os projetos que foram registrados oficialmente desde 1º de julho de 1988 são armazenados no banco de dados.

Networking e Negócios

O Networking é a melhor coisa que você pode fazer por seus negócios. Custa praticamente nada, exceto curiosidade e abertura. Em troca, você ganha relacionamentos que irão impulsionar seus negócios de uma maneira que você nunca esperou antes.

Não há nada melhor do que ter outros combatentes que compartilhem objetivos semelhantes e apoiem ​​uns aos outros. Você não precisa iniciar uma associação imediatamente. Para praticamente todos os setores, há eventos e notícias apropriadas em que você pode criar contatos com parceiros em potencial, grandes nomes da indústria e representantes de mídia interessados.

Se o seu orçamento e economia permitir, os ingressos VIPs para tais eventos valerão a pena. Porque com eles você tem acesso ao círculo íntimo das pessoas mais importantes do seu setor. As poucas centenas de reais extras pagam rapidamente. Se você está lá regularmente, você automaticamente se tornará parte deste grupo e poderá ganhar parcerias com as quais você provavelmente nem ousaria sonhar agora.

Marketing de Influenciadores – Marketing de influência é sobre encontrar um ou mais parceiros perfeitos que tenham um grande impacto no seu público-alvo.

Um alto perfil do grupo alvo, portanto, não é a coisa mais importante no marketing de influenciadores. O fator decisivo é que o influenciador, seja celebridade, blogueiro ou empreendedor, também pode se identificar com o seu negócio. Sim, você paga pelo apoio do influenciador. Mas a química tem que estar certa e a parceria não só financeiramente uma vitória, senão ela volta para os dois.

Você quer saber como você ganha contatos com celebridades e grandes nomes da indústria? Por exemplo, participando de eventos correspondentes e protegendo os ingressos VIP. Mesmo a persistência e sempre positiva em primeiro plano, compensa.

Marketing de Referência – Quase não há publicidade mais eficaz do que obter uma referência de um cliente. Infelizmente, tais recomendações não são tão fáceis de encontrar. Claro, você pode recompensar o cliente por uma referência – e você deve, assim que ouvir sobre isso. Mas o anúncio ativo de uma recompensa sempre tem o sabor desagradável de que também desvaloriza a recomendação. Para o cliente não parece ser tão entusiasmado quando você tem que pagar por sua boa vontade.

O que é marketing direto?

Por que e como você pode construir suas estratégias de publicidade de marketing direto? O marketing direto é um dos métodos mais eficazes. Os resultados são claramente mensuráveis. Transformar o marketing em ciência é o nosso objetivo, portanto, neste artigo, você aprenderá sobre os benefícios do marketing direto on-line.

O marketing direto é um tipo de campanha publicitária que busca trazer uma ação em um grupo selecionado de consumidores (como um pedido, visitar a loja ou o site da marca ou uma solicitação de informações) em resposta a uma comunicação do profissional de marketing nos negócios. Esta comunicação pode ter muitos formatos diferentes, como correio postal, telemarketing, ponto de venda. Um dos mais interessantes é o marketing por e-mail direto.

Um aspecto essencial do marketing direto é que a resposta do consumidor é mensurável: por exemplo, se você oferecer um desconto para uma loja on-line, inclua algum tipo de cookie ou pixel para informar se o usuário fez uso do código.

Benefícios do marketing direto – O marketing direto permite que você promova seu produto ou serviço diretamente para as pessoas – alvo mais necessitadas e meça os resultados rapidamente, mas há mais. Estes são alguns dos benefícios que o marketing direto digital pode trazer para sua marca:

Tome a segmentação – Uma das grandes vantagens desse tipo de marketing é que você pode alcançar seus segmentos de público específicos com mensagens personalizadas. Se você quiser ter sucesso, você deve investir tempo em pesquisa para identificar os consumidores com maior probabilidade de converter e, assim, direcionar seus esforços para ações que realmente funcionem.

Otimize seu orçamento de marketing. Direcionar o marketing direto on-line para um público específico permite que você defina metas realistas e melhore suas vendas com um orçamento apertado. Se você otimizar e direcionar corretamente sua campanha, você alcançará resultados com apenas uma pequena porcentagem do custo da publicidade tradicional.

Aumente suas vendas com clientes atuais e antigos. O marketing digital direto permite que você se comunique com seus clientes atuais para manter o relacionamento com valor, mas também para manter contato com antigos clientes e gerar novas oportunidades de vendas.

US$ 20 milhões devem ser pagos pelo Uber por ação trabalhista nos EUA

O aplicativo de transporte por carro, Uber, deverá pagar nada mais, nada menos que  US$ 20 milhões  (quase R$ 76 milhões de dólares) em um acordo para cobrir os direitos trabalhistas de seus motoristas nos EUA. No ano de 2016, o valor inicial solicitado foi de US$ 100 milhões de dólares, que o juiz julgou ser inadequada.

Os motoristas do Uber entraram na justiça com a alegação de que estão sob condições de empregados e não contratados como independentes. Houve uma cobrança em relação aos direitos trabalhistas, às proteções salariais, e aos reembolsos das despesas.

Segundo o documento do processo, a ação envolve motoristas de Massachussetts e da Califórnia que dirigiram para o Uber desde agosto de 2009 até fevereiro deste ano. Em 2016, o número de motoristas era de 385.000, diferentemente do número atual de 13.600. Na segunda, 11 de março, o novo acordo foi apresentado em um tribunal federal na cidade de São Francisco, Califórnia.

Com o surgimento da facilidade das tecnologias para locomoção, nascem questões que estão relacionadas com os direitos trabalhistas dos chamados trabalhadores de economia de giro. O debate envolve serviços que utilizam aplicativos para fazerem entregas de comida, ou transporte.

Empresas como o Uber afirmam que seus trabalhadores não possuem nenhum vínculo trabalhista, no entanto, no ramo jurídico, o que as leis defendem não estão exatamente de acordo as políticas das empresas que querem se safar de onerações típicas do setor.

Notícias como essas mostram como os direitos dos trabalhadores estão sendo garantidos no tribunal, e desse modo o modelo de negócios de empresas como o Uber passa a ser enfraquecido. O porta-voz da empresa afirma que “o Uber mudou bastante desde 2013”, e procurou chamar a atenção para os programas de melhorias tecnológicas para auxiliar os motoristas.

A tendência é que as leis sejam usadas a favor dos trabalhadores que são intitulados como independentes, e que as empresas possam tratar da melhor maneira a questão dos direitos trabalhistas de cada país.

O desemprego é uma das principais razões das pessoas que buscam alternativas para conseguir uma renda com aplicativos, mas é necessário considerar os benefícios e prejuízos no fim das contas.

Como escolher um co-fundador para o seu negócio

É fundamental para o sucesso do seu negócio que você escolha o co-fundador certo, saiba o que você deve considerar ao fazer isso.

A falta de coesão da equipe é constantemente citada como uma das maiores razões pelas quais tantas startups falham. Escolher um co-fundador pode ser tão importante para o sucesso da sua empresa quanto ter uma ideia sólida e validada pelo mercado. Com isso em mente, aqui estão as etapas para encontrar o parceiro certo para o seu negócio e tomar uma decisão que você não terá que se arrepender de três anos desastrosos.

O número mágico – Muitos empreendedores vêem ser um fundador solo como uma desvantagem desnecessária. Quando se trata de notícias de quantos co-fundadores você deve procurar, no entanto, dificilmente há um consenso.

“Três é uma multidão” parece ser o credo mais popular no momento. Afinal, tantos grandes co-fundadores vieram em pares: Steve Jobs e Steve Wozniak, Bill Gates e Paul Allen, até mesmo Ben & Jerry fizeram o trabalho.

Há uma boa razão pela qual essa mentalidade de ‘Bonnie e Clyde’ parece prevalecer no mundo das startups. Chegar a uma decisão unânime ainda é razoavelmente possível em equipes de dois fundadores. Acrescente-se uma terceira e a política fundadora começa lentamente a entrar. Lobbies internos, influências de um terceiro indeciso ou de um voto minoritário são conhecidos por arruinar até mesmo as parcerias mais estáveis.

Qualquer coisa mais do que três é frequentemente percebida como quase blasfêmia. O argumento comum aqui é que ter 4+ fundadores não é apenas difícil de gerenciar, mas também mostra uma falta de confiança em seu produto. Além disso, uma participação acionária diluída pode fazer com que os investidores duvidem de como todos se sentem realmente motivados. Equipes de 2 e 3-fundadores também criaram a maioria dos unicórnios de inicialização, então os dados parecem estar fortemente do lado deles.

Dito isto, ainda há muitas exceções à regra, com 4 e até 5 equipes fundadoras vencendo com sucesso a tempestade inicial. Bottom line, tudo pode e já funcionou. A coisa mais importante é saber por que você precisa do co-fundador (s), em primeiro lugar e construir uma estratégia em torno de seu conjunto exclusivo de necessidades.