Trump anuncia aumento de tarifas para 25% em produtos importados da China

O governo dos Estados Unidos anunciou no dia 5 de maio de 2019 que as tarifas sobre os US$ 200 bilhões de produtos chineses importados anualmente aumentarão para 25%. O anúncio foi feito pelo presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

De acordo com o presidente, que divulgou notícias e outros dados sobre o aumento das tarifas em suas redes sociais, anteriormente ao anúncio as importações de produtos tecnológicos até US$ 50 bilhões tinham tarifa de 25%. No entanto, quando o valor alcançava os US$ 200 bilhões, as tarifas eram reduzidas para uma cobrança de 10%. Ainda nas redes sociais, Trump informou: “As tarifas irão de 10% até 25% ainda nesta sexta-feira”. O dia em que Trump estava se referindo era o dia 10 de maio deste ano. Trump também lamentou nas redes sociais que as negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China estão avançando lentamente.

Desde que Trump se tornou presidente ele alega que a China tem gerado há anos o chamado “déficit comercial”, que é o desequilíbrio entre o volume exportado e importado pelo país. De acordo com Trump, a China tem proporcionado esse desequilíbrio através do roubo de propriedade intelectual, alegando que o país asiático viola segredos comerciais de companhias americanas, tornando a disputa comercial com o restante do mundo desleal.

Considerando essas alegações, Trump criou até mesmo uma campanha para combater os produtos comercializados com o selo “made in China”. Como resposta, vários países aderiram ao protesto contra produtos falsificados.

Para aliviar o déficit comercial, o governo americano tinha estabelecido uma meta de redução de US$ 100 bilhões de produtos importados da China. Tudo isso para reduzir o rombo da economia americana calculado por Trump de US$ 500 bilhões de produtos importados do país asiático. No entanto, há controvérsia sobre os dados divulgados por Trump. Na opinião da China, o rombo chega a US$ 275,8 bilhões todos os anos. Já nos dados oficiais divulgados pelos Estados Unidos o rombo é de US$ 375 bilhões por ano.

Neste ano, os Estados Unidos já tinham anunciado tarifas no valor de US$ 50 bilhões sobre a importação de 1,3 mil produtos do país asiático. O anúncio feito em abril deste ano informou que as tarifas seriam cobradas por causa da violação a propriedade intelectual. A China respondeu à taxação impondo tarifas de 25% em relação aos 128 produtos que são importados dos Estados Unidos, o que inclui carne, carros, soja, aviões e produtos químicos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *