Brasil ganha medalhas em Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica

A 13º Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica que foi realizada na Hungria proporcionou ao time brasileiro três medalhas de bronze, além de duas menções honrosas. Ao todo, foram 254 estudantes disputando por uma medalha na Olimpíada, que correspondem a 47 países. Para chegar aos finalistas, os participantes tiveram que passar por várias provas, dentre elas teóricas e práticas com análises de dados.

A última edição do evento terminou no dia 11 de agosto de 2019. No grupo de estudantes brasileiros haviam duas meninas. De acordo com as notícias divulgadas pela organização responsável pela competição, este ano contou com a maior participação feminina para o time do Brasil. Uma delas ainda conquistou o bronze nesta última edição, algo que não ocorria entre as participantes desde 2013.

Entre os prêmios que foram distribuídos aos estudantes brasileiros, Luã de Souza Santos (17 anos), Giovanna Girotto (16 anos) e Raul Basilides Gomes (17 anos) ganharam a medalha de bronze. Já as menções honrosas foram dadas a Lucas Shoji (16 anos) e Bruna Junqueira de Almeida (16 anos).

O time brasileiro de cinco estudantes que disputou as Olimpíadas deste ano foi escolhido a partir de 100 mil participantes que disputaram a OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica). Desse total, mais de 5 mil participantes chegaram até a terceira prova online. Porém, apenas 150 candidatos foram classificados para as provas presenciais.

Após passar na prova presencial, os 30 candidatos mais bem colocados tiveram que passar por dois treinamentos de caráter classificatório e uma semana com astrônomos para concluir um treinamento intensivo.

O treinamento preparatório dos candidatos às Olimpíadas Internacionais aconteceu em São Paulo através de grupos de estudos, observação do céu noturno, oficinas de atividades, resolução de exercícios, lançamentos de foguetes construídos com garrafas PET e até mesmo provas simuladas.

A Olimpíada Brasileira que classifica os candidatos para a Olimpíada Internacional é destinada aos alunos do ensino fundamental e médio de escolas públicas e particulares em todas as regiões e estados do país, incluindo o Distrito Federal. Nesta última edição da OBA, houve um recorde de inscritos no programa, chegando ao total de 883.811 estudantes inscritos de 9.957 escolas do país. Para a elaboração e realização de toda a OBA no país, 61.959 professores prestaram auxílio nas escolas brasileiras.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *