Trump anuncia aumento de tarifas para 25% em produtos importados da China

O governo dos Estados Unidos anunciou no dia 5 de maio de 2019 que as tarifas sobre os US$ 200 bilhões de produtos chineses importados anualmente aumentarão para 25%. O anúncio foi feito pelo presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

De acordo com o presidente, que divulgou notícias e outros dados sobre o aumento das tarifas em suas redes sociais, anteriormente ao anúncio as importações de produtos tecnológicos até US$ 50 bilhões tinham tarifa de 25%. No entanto, quando o valor alcançava os US$ 200 bilhões, as tarifas eram reduzidas para uma cobrança de 10%. Ainda nas redes sociais, Trump informou: “As tarifas irão de 10% até 25% ainda nesta sexta-feira”. O dia em que Trump estava se referindo era o dia 10 de maio deste ano. Trump também lamentou nas redes sociais que as negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China estão avançando lentamente.

Desde que Trump se tornou presidente ele alega que a China tem gerado há anos o chamado “déficit comercial”, que é o desequilíbrio entre o volume exportado e importado pelo país. De acordo com Trump, a China tem proporcionado esse desequilíbrio através do roubo de propriedade intelectual, alegando que o país asiático viola segredos comerciais de companhias americanas, tornando a disputa comercial com o restante do mundo desleal.

Considerando essas alegações, Trump criou até mesmo uma campanha para combater os produtos comercializados com o selo “made in China”. Como resposta, vários países aderiram ao protesto contra produtos falsificados.

Para aliviar o déficit comercial, o governo americano tinha estabelecido uma meta de redução de US$ 100 bilhões de produtos importados da China. Tudo isso para reduzir o rombo da economia americana calculado por Trump de US$ 500 bilhões de produtos importados do país asiático. No entanto, há controvérsia sobre os dados divulgados por Trump. Na opinião da China, o rombo chega a US$ 275,8 bilhões todos os anos. Já nos dados oficiais divulgados pelos Estados Unidos o rombo é de US$ 375 bilhões por ano.

Neste ano, os Estados Unidos já tinham anunciado tarifas no valor de US$ 50 bilhões sobre a importação de 1,3 mil produtos do país asiático. O anúncio feito em abril deste ano informou que as tarifas seriam cobradas por causa da violação a propriedade intelectual. A China respondeu à taxação impondo tarifas de 25% em relação aos 128 produtos que são importados dos Estados Unidos, o que inclui carne, carros, soja, aviões e produtos químicos.

Quando o trabalho criativo é rejeitado

Todo mundo espera aproveitar sua criatividade, todo mundo quer sentar uma hora por dia atrás de uma mesa para justificar viagens para o mar e caminha na floresta. Você tem que recarregar as baterias, ou passar o bloco do escritor. Na realidade, o trabalho criativo deve superar uma série de problemas.

Problemas que não dizem respeito apenas ao aspecto econômico, mas também à organização de negócios com os clientes. Não criamos tabelas com base em um modelo predeterminado: trabalhamos com ideias. O cliente nos pede algo – uma manchete, um nome, um pagamento, um logotipo ou um gráfico – e devemos propor.

Precisamos dar nossa contribuição que pode e deve ser avaliada. Estamos no mundo das hipóteses, gostos, possibilidades. Criar um slogan não significa executar uma operação matemática com um resultado certo ou errado: o cliente pode recusar e devolver o trabalho. Você pode fazer isso?

Claro. Ele está em seus direitos, ele pode e deve fazê-lo. Você tem que ser o único a colocar todas as ferramentas no lugar para otimizar o tempo, as etapas e os saldos do trabalho criativo. Como? Aqui estão dicas essenciais para obter o máximo sem perder tempo. E talvez ganhe mais com trabalho criativo.

A importância da rejeição – Antes de começar, quero enfatizar um ponto: a recusa do cliente está na ordem das coisas. É seu direito fazê-lo, especialmente quando ele discute os pontos. Os trabalhos são assim, pegar ou largar. Não há resultado a priori, você tem que criar a alquimia certa. Uma alquimia que ninguém explica, não há livros que ilustrem esse ponto.

Só posso dizer que o cliente não pode prosseguir indefinidamente em direção ao desperdício contínuo. Mas certamente pode desafiar – com educação e bom senso – o primeiro emprego. Cabe a você transformar este momento em uma fase de crescimento e, acima de tudo, limitar o dano o máximo possível.

Encontre o máximo de informação possível – O primeiro ponto é essencial: você precisa encontrar o máximo de informações possível. No sentido de que você tem que colocar o cliente sob pressão, você precisa conhecer os valores, os objetivos, a própria essência da empresa. Você não pode continuar cegamente, trabalhando sem um parâmetro ou uma linha.

Trabalhar para blogueiros

Procurando trabalho como um blogueiro pago, você quer ganhar dinheiro com sua paixão. Você quer tornar suas habilidades lucrativas: boa redação. Claro, não é fácil no começo e tudo começa com um simples diário online. Um espaço onde você reúne suas idéias. Então, lentamente, tudo toma forma. E abra um blog profissional.

Compre uma hospedagem WordPress e um domínio, faça o upload do CMS e crie uma plataforma para publicar seus artigos. Mas agora você quer ganhar dinheiro com o blog. Você quer aproveitar ao máximo o que aprendeu, mas o começo é difícil. Sempre e para todos. E então você começa a navegar pelas páginas: procurando por blogueiros pagos, procurando por blogueiros de moda, blogueiros de culinária, blogueiros de viagens. Mas o que são anúncios de emprego sérios?

Antes de começar a olhar anúncios de emprego com “bloggers pagos queridos” é certo ajustar o tiro. Primeiro de tudo, sugiro que você faça um mínimo de marca pessoal.

E então otimizar tudo relacionado ao seu perfil público: você ainda não é um blogueiro profissional, mas precisa se apresentar como tal. Website, blog, contas sociais como Facebook e LinkedIn: essas plataformas devem estar alinhadas e otimizadas.

As pessoas chegam ao seu perfil no Facebook e precisam entender que são confrontadas com uma pessoa que mastiga pão e escreve todos os dias. Então você tem que acompanhar as ofertas de emprego que oferecem trabalho para o colunista em casa ou no escritório. Como? Use os Alertas do Google, insira a palavra-chave de seu interesse (como um blogueiro de moda queria, procure um blogueiro de viagens e procure por blogueiros de culinária) e leia seu e-mail. Os relatórios virão com a lista de links de anúncios dedicados.

Você quer encontrar trabalho como blogueiro? Assumir a situação e não depender de quem tem que passar pelos trabalhos. Você não precisa procurar clientes. Eles devem estar vindo para você. Apenas para começar. Se você continuar perseguindo o “trabalho desejado, blogueiros sérios, pagos e caseiros”, corre o risco de permanecer em um círculo vicioso. O caminho a seguir? Continue fazendo a bagunça, mas enquanto isso, alimente seu blog. Seu projeto e seus negócios. Faça crescer e encontre clientes sem o suporte de sites.

Como se tornar um treinador de sucesso

Entre as características do treinador está a sua capacidade de trabalhar com clareza, para escolher os melhores suportes para esse público. Não para todos, não precisa ser um divulgador científico. O treinador decidiu falar com aqueles que estão dando seus primeiros passos no mundo dos blogs? Ele deve se fazer entender por essas pessoas. Você quer organizar um curso avançado de SEO? Alterar log, clareza tem outro significado.

 

Trabalhe na teoria

Um ponto de partida banal, mas certo? Entre as principais características do formador está o conhecimento teórico sobre o assunto. Isso significa que é capaz de definir os limites de seu assunto, que pode ter uma competência geral em todos os pontos e nas percepções sobre um tema específico.

 

Quem faz treinamento deve ter uma base. Ele deve estudar os pilares de seu assunto e aprofundar nos negócios. Pode ser feito horizontalmente ou verticalmente, isto é, expandindo o assunto para alcançar temas vizinhos ou aprofundando o tema inicial tanto quanto possível. Em qualquer caso, deve ter bases sólidas para dar as respostas certas às pessoas que o escolhem para fazer o treinamento.

Foco na educação continuada – Quem faz treinamento deve se especializar: é a base para quem quer fazer esse trabalho. Você não pode ensinar se você não olhar para o futuro, se você não pode melhorar o seu conhecimento ao longo do tempo. Os materiais mudam à velocidade da luz, o SMM evolui dia a dia. A redação também, para não mencionar o SEO. As características do treinador também incluem a humildade e a consciência de precisar de um colega.

Não esqueça a prática – A teoria não deve estar faltando, mas você sabe o que faz a diferença entre as características do treinador? A prática. Aqueles que trabalham neste campo devem sempre manter um pé na vida cotidiana, deve ser um profissional que trabalha todos os dias. E isso tem oportunidades de discussão com colegas.

Eu não sou extremista, não acredito apenas na teoria ou na prática. Há um meio feliz: aqueles que investem em treinamento precisam de respostas claras, mas também noções concretas. Formulado por aqueles que sujam as mãos todos os dias e têm experiência no campo. Resolvendo problemas e trazendo resultados.

Escolha o melhor para você

Uma visão de um verdadeiro egoísmo, mas o mundo é assim. Me desculpe. A vida muitas vezes confronta você com escolhas difíceis, você tem que tomar uma decisão. No coração de tudo isso é você, aí está o seu negócio. Seu futuro depende das escolhas que você faz todos os dias, isso se aplica a freelancers e funcionários.

É difícil escolher e desvalorizar outras pessoas, mas a clareza é a primeira virtude. Uma pessoa madura entende a dinâmica do trabalho, das relações profissionais. E ele sabe que as regras do jogo são implacáveis. Nessas dinâmicas escolho o melhor para mim, para meus amigos, para meus colaboradores.

Não desista – Você não tem que dar muito, você não tem que vender o seu valor. É verdade que na web o presente é importante e consegue levar as massas aos seus interesses. Mas o negócio principal, o valor que você pode agregar graças à sua experiência, você tem que vendê-lo. E você tem que vendê-lo bem, a um preço que pode trazer satisfação na caixa do ativo.

Identifique lugares e horários – Você quer trabalhar melhor? Meu conselho: na medida do possível, escolha os lugares e horários de sua preferência. A mesa deve estar à sua imagem e semelhança, o mesmo se aplica ao escritório. Você ama trabalhar de manhã? Concentre-se na parte mais difícil da lista de tarefas quando puder dar tudo de si.

O mesmo vale para a música, a cadeira, a estação: mime sua personalidade para ser mais produtivo. Neste caso, o freelancer tem um equipamento extra, pode trabalhar de pijama em casa e estar 100% operacional.

Escolha as pessoas certas – Este é um ponto fundamental. Para trabalhar melhor, você tem que escolher as pessoas certas. Colaboradores, clientes, fornecedores. Todos devem ser parceiros em seu projeto, devem compartilhar e respeitar sua visão. Eu sei que nem sempre é assim. Existe o indiferente, o cliente que usa você como uma prótese, o mau pagador: o mundo perfeito não existe. Mas você pode melhorar com as mãos.

Trabalhe menos e ganhe mais – Soa absurdo, certo? Trabalhe menos e ganhe mais. Na realidade, não é um princípio tão distante da realidade e segue um fio lógico. Você tem que trabalhar com alguns clientes que fazem você ganhar muito. Cada contato representa um investimento em termos de tempo: ele quer sua atenção e quer o melhor dos negócios.

Aumento da temperatura ocorre duas vezes mais rápido no Canadá

Um relatório divulgado pelo governo canadense revelou que o Canadá está esquentando em um ritmo maior que no resto do mundo. De acordo com as notícias divulgadas pelo relatório, em média o ritmo de aquecimento do país chega a ser duas vezes mais rápido do que nas demais regiões do planeta. O relatório ainda apontou que algumas partes do país já notam a mudança climática e as projeções são de que essas regiões se intensifiquem ao longo do tempo.

Outro dado apontado pelo relatório alerta que alguns efeitos causados pelo aquecimento global já se tornaram irreversíveis. No Canadá, a temperatura anual média teve um aumento de 1.7º C considerando os dados desde 1948, quando o país começou a medir as temperaturas todos os anos.

O relatório apontou que as regiões do país que mais registraram aumento de temperatura foram no Norte das Pradarias e no Norte da Colúmbia Britânica. Somente na região norte do país as temperaturas aumentaram em média 2.3º C.

“Mesmo com as variações naturais do clima, a ação do homem é a contribuição mais predominante para o aumento da temperatura média anual no Canadá”, revelou o relatório. “Podemos arriscar dizendo que mais da metade do aumento de temperatura que ocorre no Canadá está relacionado as atividades humanas e suas consequências”, concluiu o relatório.

Como consequência do aquecimento no Canadá, o país tem observado eventos meteorológicos mais extremos. As temperaturas mais altas oferecem um maior risco de ondas de calor, o que por si só já oferece o risco de incêndios e fortes secas no país. Com isso, os oceanos também sofreram, assim como toda a vida marinha de regiões próximas ao Canadá. De acordo com o relatório, a projeção é de que os oceanos se tornem menos oxigenados e mais ácidos a medida que a temperatura aumenta.

Já no caso do oceano ártico do Canadá, as projeções são de que no verão não haverá gelo nos próximos anos. Esse derretimento das geleiras do ártico canadense resultará no aumento do nível do mar, o que também contribuirá para um maior risco de alagamentos, chuvas mais inteiras, entre outros problemas ambientais.

Como escolher a fonte mais legível para o seu blog

Garanto-lhe que identificar o personagem certo é um passo fundamental para construir um blog inoxidável! Aqui estão os passos essenciais para escolher a fonte certa para o seu projeto.

O conteúdo é o rei, mas e se os usuários não pudessem ler por causa de um personagem incompreensível? Você deve escolher a fonte do blog, você deve ter dimensões e formas capazes de acolher o usuário. E não se canse de ler.

Você deve usar a fonte mais legível para o seu blog. Tanto esforço jogado no ar por uma fonte quebrada, mas às vezes são os detalhes que fazem a diferença. Pequenos detalhes como escolher um personagem que respeite essas regras de usabilidade simples e fundamentais. Veja dica para economia de recursos e como escolher a fonte do blog.

No universo da escrita (tanto online como offline, não há diferença neste caso) é prática comum considerar o tamanho do texto como sinônimo de importância e visibilidade.

Em um post ou em uma página da web, o título principal terá uma dimensão maior que o título de um parágrafo, que por sua vez será maior que uma subseção e assim por diante, a fim de respeitar as principais regras de consequencialidade dos cabeçalhos.

Para o corpo do parágrafo, uso uma dimensão intermediária, não muito pequena, mas não muito grande, para facilitar a leitura. Como escolher o tamanho da fonte? Qual deve ser o tamanho do personagem do blog? O tamanho certo para melhorar a legibilidade começa em 16 px para o texto do corpo.

Obviamente, a tag H1 será maior porque representa o título do post, o H2, em vez disso, um pouco menor e, portanto, até o corpo. Crie uma hierarquia com fontes e melhore a legibilidade do conteúdo na web. Isso acontece graças a uma fonte melhor.

Cor da fonte legível – Para escolher a cor dos personagens, você deve se colocar no papel de leitor. Ele tende a digitalizar o conteúdo e não pode ter dor de cabeça para ler texto amarelo em um fundo verde ou um post escrito em um fundo cheio de variações.

A cor da fonte é importante. Quaisquer recursos? Lembre-se de usar uma combinação que aprimore o contraste entre o texto e a cor do plano de fundo. Então, para ajudá-lo a escolher a cor, você pode recomendar Color Contrast Analyzer e Color Contrast Chek, que permitem fazer alguns testes antes de colocar tudo online. E escolha a fonte correta.

Massagem com bambu está entre tratamentos relaxantes

Ter um tempo para viajar e se hospedar em um hotel confortável é muito agradável, ainda mais se o hotel conta uma infraestrutura de spa. As facilidades de quem pode aproveitar um relaxamento no próprio hotel deixam ainda mais atrativa uma viagem, e até mesmo para aqueles que não vão se hospedar em um spa.

Os resorts que contam com diversos serviços para trazer mais conforto oferecem tratamentos de bem-estar com preços que não são tão convidativos, mas que valem o investimento. No Brasil, diversos lugares propiciam  dias de relaxamentos luxuosos e altamente satisfatórios.

No litoral da Bahia, em Itacaré, o spa Shamash possui uma ampla área com 1.200 m², no local existem jardins que fortalecem ainda mais a beleza natural da região. O spa possui uma piscina aquecida com borda infinita e vista panorâmica para o mar, três salas de massagens para uma pessoa, e três salas de massagens para casais, sauna úmida e sauna seca. As técnicas indianas dos tratamentos são fundidas com tradições indígenas do Brasil. Para aproveitar uma sessão de massagem, será necessário desembolsar R$ 520 para um casal, a massagem possui duração de uma hora.

No litoral de São Paulo, no Guarujá (SP), o Spasissimo – Casa Grande Hotel & SPA, é uma das boas notícias da região, fica na praia da Enseada, e tem uma área de 1800 m². Os tratamentos proporcionados pelo hotel incluem os faciais, corporais, acupuntura, banhos revitalizantes e esfoliação, massagens e meditação. A infraestrutura tem piscina aquecida com borda infinita, área úmida de relaxamento, sala de massagem e banho relaxante, duas saunas e academia. Os serviços do hotel spa inclui tratamentos que podem durar mais de um dia, e podem ser usufruídos por quem não é hóspede. Os preços dos serviços podem ser consultados entrando em contato diretamente com o recinto.

Com cinco salas de massagens o resort Vila Galé localizado no litoral do Rio Grande do Norte, em Touros, possui o Spa Satsanga. O local conta com uma piscina aquecida e sauna úmida. A vista para o mar é um atrativo a parte que promete uma paisagem relaxante e cheia de beleza. Em um tratamento existe uma massagem chamada de “bambuterapia”, não tão comum entre os demais spas, essa massagem chama a atenção por ser feita enrolando hastes de bambu de forma suave no corpo. Os benefícios prometidos por esse tratamento é o relaxamento e estímulo do sistema linfático.

Como criar um site multilíngue

Cada vez mais sites estão trabalhando com um público de todo o mundo. Portanto, muitas pessoas têm uma pergunta: como criar um site multilíngue. No entanto, criar um site multilíngue nem sempre é fácil e depende muito da plataforma escolhida em que o site já está sendo executado. Neste artigo, discutiremos brevemente como criar um site multilíngue.

Para cada idioma, um site separado – Implementação técnica – A maneira mais fácil de fazer isso para cada idioma é um site separado. A desvantagem dessa abordagem é que você não terá apenas que colocar várias cópias do site e pagar por cada domínio, mas também que, se o seu site precisar consistir de vários idiomas, o domínio desejado poderá estar ocupado. E como regra geral, será muito caro ou impossível comprar um domínio.

Conteúdo – O conteúdo de cada site deve ser traduzido em seu próprio idioma. Cada site possui seu próprio banco de dados no qual todo o conteúdo é colocado, assim como o armazenamento de arquivos, imagens e vídeos.

Recursos de SEO – A promoção de cada site de idioma é muito mais difícil se todo o conteúdo foi postado em um site.

Alternar idioma usando sessões – Implementação de negócios técnica – Se na versão com a divisão do site em seções de idioma, você precisa fazer para cada segmento de idioma de seção no URL, em seguida, para alternar o idioma usando sessões não é necessário.

Nesta opção, você precisa adicionar um interruptor especial no site do idioma desejado. Assim que o usuário selecionar o idioma de que precisa, na sessão você anotará qual idioma foi escolhido e, com base nesse resultado, o conteúdo necessário.

Tradução Automática – Implementação técnica – Em alguns casos, quando você precisa criar rapidamente um site multilíngue, pode usar ferramentas especiais para tradução automática de conteúdo. Tais ferramentas são fornecidas na forma de widgets instalados no site e API para desenvolvedores. Por exemplo, o Yandex possui uma API de tradutor semelhante.

Ao entrar no site, o usuário deve fornecer um switch especial ou lista suspensa com a qual ele pode selecionar o idioma que ele precisa.

A qualidade do conteúdo dependerá diretamente da ferramenta de tradução usada. Muitas vezes, o significado geral do texto com tal tradução não é perdido e é fácil de ler. No entanto, para falantes nativos, essa tradução pode, em alguns lugares, ser imprecisa.

Design Law: Como posso proteger meu design?

O design geralmente é mais do que apenas a forma e a cor de um produto ou de uma superfície. Para muitas empresas, o design é um fator econômico importante. Porque padrões ou cores marcantes se tornam uma marca registrada e, portanto, uma parte integral da identidade corporativa. Na maioria dos casos, o design também é crucial para o sucesso, pois influencia diretamente as decisões de compra dos clientes. Seja on-line ou no varejo fixo: o design é um importante ponto de venda exclusivo e uma pista importante para os consumidores ao comparar produtos. Por isso é importante que as empresas protejam seus projetos. Qual é o design certo?

O design direito, anteriormente registrado como um direito de design, protege as realizações de design por designers gráficos, designers, designers de moda e outros designers de objetos do cotidiano.

Para registrar oficialmente um conceito de design como um design, ele deve atender a alguns requisitos. É claro que o design deve ser novo. Até a data do depósito, nenhum projeto idêntico ou muito semelhante pode estar no mercado. Além disso, o design deve ter uma peculiaridade e, portanto, diferir dos existentes. Os requisitos de novidade e peculiaridade não examina o escritório. Um, portanto, fala do projeto registrado do chamado direito de propriedade não verificado.

Apenas quando se trata de uma disputa. Por exemplo, para processos de invalidez antes do DPMA ou um risco de lesão em tribunal, é o teste oficial de notícias. Se ficar aparente que a condição para o aplicativo de design não estava disponível no momento da aplicação, não há direito de proteção, apesar do registro oficial. As empresas ou os indivíduos devem, portanto, pesquisar de perto e ver se seu design realmente se enquadra no esquema.

Como mencionado acima, o DPMA não verifica todos os requisitos para o aplicativo de design. Empresas ou indivíduos que desejam se inscrever para um projeto devem, portanto, primeiro verificar cuidadosamente se seu projeto é realmente novo e original. O passo mais importante é pesquisar o vocabulário existente. A base de dados oficial de publicação e registro do DPMA é de livre acesso e a pesquisa on-line é possível gratuitamente. Todos os projetos que foram registrados oficialmente desde 1º de julho de 1988 são armazenados no banco de dados.