Pilares para o sucesso do marketing por e-mail

Aprenda com os especialistas em marketing por e-mail como você pode aumentar o sucesso e o ROI de suas campanhas de e-mail.

A reputação do remetente da sua empresa, a credibilidade que os provedores de serviços de Internet (ISPs) colocam em seu domínio para permitir filtragem de lixo eletrônico mais eficiente, é provavelmente o fator mais importante que determina o sucesso de suas campanhas e notícias de email marketing.

Os ISPs têm combatido o spam desde a adoção do e-mail nos anos 90. Embora as abordagens para identificar e bloquear o e-mail de spam tenham, sem dúvida, melhorado nos últimos 20 anos, acho que qualquer pessoa que tenha uma conta de e-mail concordaria que o spam ainda é um problema. Estima-se que cerca de 70% de todos os emails sejam spam. A guerra dos ISPs contra o spam levou inevitavelmente a muitas organizações que enviaram e-mails capturados no fogo cruzado.

O ReturnPath afirma que até 20% dos emails legítimos nunca chegam à caixa de entrada. As empresas se esforçam muito para elaborar suas estratégias de e-mail marketing, elaborar suas mensagens e chamar ações e otimizar suas páginas de destino, mas podem estar desperdiçando enormes quantidades de tempo e dinheiro se seus e-mails nunca forem recebidos pelos clientes. Mas como você melhora a reputação do remetente de sua organização?

Mantenha uma lista limpa. A lista de higiene é um fator-chave que determina a capacidade de entrega de seus e-mails. Para garantir que sua lista esteja limpa, você deve adotar um processo duplo de ativação (verificado por e-mail) para garantir que seus inscritos não se inscreveram por engano e que eles forneceram os endereços de e-mail corretos.

Além disso, você deve cancelar a inscrição da maneira mais fácil possível. Evite pagar por listas de e-mails frios – mesmo que eles afirmem ser verificados usando um endereço de opção dupla. Você também pode considerar usar um serviço de validação de e-mail se sua lista for relativamente antiga ou se você não tiver certeza sobre a qualidade.

Melhore a autenticação do remetente. Autenticação de remetente é uma técnica pela qual a identidade de um remetente de email é verificada para garantir que eles são quem eles afirmam ser. Os ISPs usam uma combinação de métodos de autenticação para verificar a identidade do remetente.

Maneiras de tornar seu escritório doméstico um espaço produtivo

Com grandes corporações gastando bilhões em ambientes de escritório a cada ano, é hora de seguir o exemplo e levar seu escritório em casa e produtividade a um nível totalmente diferente.

Como um empreendedor em casa, o seu escritório é o lugar onde você passa a maior parte do seu tempo e, talvez mais importante, onde você realiza a maior parte do seu trabalho. Ainda assim, devido a isso, a maioria dos empreendedores negligencia até mesmo a possibilidade de atualizar ou melhorar o espaço de seu escritório doméstico além dos mínimos básicos de uma cadeira, escrivaninha e computador. Enquanto as grandes corporações gastam bilhões por ano em móveis, design e muito mais para oferecer a seus funcionários o melhor e mais produtivo ambiente de trabalho possível.

O que a maioria dos empreendedores não percebe é como é importante ter um bom ambiente de escritório doméstico para ser produtivo. Lembre-se do fato de que, como empreendedor em casa ou freelancer, seu principal recurso é você, garantir que esse recurso seja bem cuidado deve ser uma prioridade fundamental.

Você precisa de um espaço livre de notícias externas e distrações onde você possa estar no seu melhor e mais produtivo para maximizar sua produção. Isso não é um problema, mas aqui estão 10 maneiras de começar a fazer do seu escritório o melhor espaço produtivo.

Dedique um espaço para trabalhar e nada mais: Muitas vezes, o espaço do escritório doméstico é misturado com espaço privado ou é coberto com itens da sua vida privada. Isso adiciona um borrão entre o seu trabalho e a vida privada e pode colocá-lo em uma mentalidade muito menos produtiva. Para evitar esse problema, certifique-se de ter uma sala separada ou, no mínimo, um espaço distinto para o espaço do seu escritório, também limpe os objetos domésticos comuns e dedique o espaço exclusivamente para o trabalho. Desta forma, você terá uma distinção clara entre a sua vida em casa e no escritório.

Maximize a luz natural: Os seres humanos precisam de luz natural para enxergar com clareza, mas também para se manterem vivos. Ter uma fonte de luz natural é fundamental para sua saúde, motivação, humor e produtividade. Para certificar-se de que você está recebendo luz natural suficiente, coloque sua mesa no campo de luz da sala onde está trabalhando.

CONHEÇA OS TIPOS DE EMPREENDEDORISMO E SUAS ÁREAS DE ATUAÇÃO IDEAIS

Um verdadeiro empreendedor possui uma série de características básicas, mas o tipo de empreendedorismo aplicado depende do contexto em que o projeto está inserido.

Ser um empreendedor não é exatamente uma profissão, mas um estilo de vida que consiste em uma maneira de enxergar o mundo e identificar suas oportunidades. Nesse sentido, o empreendedorismo é altamente valorizado nos dias de hoje, visto que o indivíduo que se arrisca a empreender pode atuar em diferentes campos, e não necessariamente precisa abrir seu próprio negócio. Continue lendo o texto para saber mais sobre o assunto, pessoa querida!

Quando falamos de empreendedorismo no Brasil, não é possível desprezar a sua relevância para o desenvolvimento econômico e social do País. Em tempos de crise, um dos aspectos mais relevantes para a caracterização do empreendedorismo brasileiro é a sua capacidade de geração de empregos, com forte ênfase no empreendedorismo de caráter individual, ou seja, o desenvolvimento de uma atividade empreendedora com objetivos de alcançar as condições materiais necessárias para si próprio e família ou a auto-ocupação.

De acordo com a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) produzida pela equipe do Instituto Brasileiro Qualidade e Produtividade (IBQP) com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), no último ano a taxa total de empreendedorismo foi de 36,4%.

Isso significa que de cada 100 brasileiros e brasileiras no período adulto (18 – 64 anos), 36 deles estavam conduzindo alguma via de empreendedora, quer seja na criação ou aperfeiçoamento de um novo negócio, ou na manutenção de um negócio já estabelecido. Incrível, não é mesmo? Em números absolutos isso representa dizer que é de quase 50 milhões o contingente de brasileiros que já empreendem e/ou realizaram, em 2017, alguma ação visando a criação de um empreendimento em um futuro próximo. Conte-me se você está entre esses brasileiros!

Para ter perfil empreendedor, a pessoa precisa ter como características principais:

Iniciativa e proatividade para mover a economia: em todas as suas atividades como empreendedor é preciso ter essas duas virtudes. Só assim você ganhará destaque e mostrará o quanto está engajado e quer crescer com o seu modelo de negócio. Agir é imprescindível para fazer os resultados aparecerem.

Empreendedorismo proporciona boas chances de lucro financeiro

O empreendedorismo é um caminho atraente para quem quer largar o emprego e assumir negócios que podem alavancar a satisfação financeira e pessoal. Ninguém quer apostar em um determinado ramo e perder, por isso, é importante avaliar qual o momento atual.

O profissional que está no mercado de trabalho precisa saber se as condições atuais não estão mais trazendo satisfação. Caso a vontade seja de mudança é importante começar a traçar planos para iniciar a transição de colaborador para empreendedor.

Ter uma renda maior e autonomia para tomar as próprias decisões é bem convidativo, mas não se deve esquecer que todo empresário sempre trabalha mais tempo do que quando tinha carteira assinada, então o ganho com o tempo precisa ser bem pensado.

Além da vida profissional é importante não deixar de lado a vida pessoal. Tirar um tempo de folga para aproveitar a família é essencial, descansar também faz parte de uma boa produtividade. Pessoas cansadas são mais vagarosas.

A hora certa para investir deve ser bem calculada pelo empresário. Um estudo do mercado irá ampliar a visão e dar mais capacidade na tomada de decisões em questões importantes.

O começo é sempre a parte mais difícil para um empreendedor, não é sempre que os lucros vêm imediatamente. Existe um tempo de espera importante para ter retorno do que foi investido, algumas franquias, por exemplo, levam de um ano a um ano e meio para darem retorno financeiro. Então é importante ter um dinheiro de reserva para cobrir os custos pessoais e empresariais, assim como imprevistos que podem surgir no meio do caminho.

As despesas também devem estar dentro do planejamento, ter noção dos recursos necessários para uma empresa também dará uma perspectiva maior da possibilidade do lucro.

Ter um suporte financeiro e de gestão como um contador é fundamental para a burocracia e o esclarecimento de dúvidas sobre o proceder empresarial em casos específicos.

Usufruir de todos os benefícios que uma empresa de sucesso tem é a recompensa para um trabalho realizado com ética e profissionalismo. O crescimento da empresa precisa se refletir na qualidade de trabalho dos funcionários.

Importância de desenvolver habilidades de liderança

O que faz um bom líder? A resposta varia muito dependendo de quem você pergunta, com os pesquisadores discordando sobre os componentes críticos de notícias que entram no chefe corporativo mais eficaz. Mas há traços que eles concordam, incluindo componentes de personalidade e habilidades adquiridas. Alguns acreditam que até mesmo a situação da liderança em si influencia a eficácia do líder.

Habilidades Importantes de Liderança. Comprometimento, determinação e perseverança – direcionando todos os aspectos da organização para um único propósito unificado.

Assumir o risco – quebrar convenções e desenvolver novos produtos e serviços para estabelecer o domínio do mercado (e possivelmente até criar um mercado único).

Planejamento – embora um líder normalmente não se envolva muito com os detalhes, ele deve orquestrar um plano de alto nível que direcione todos para o objetivo unificado.

Motivação – um líder eficaz deve ser capaz de encorajar contribuições de toda a organização, navegando pelos motivadores específicos de cada indivíduo ou grupo para pressionar os botões certos e inspirar os funcionários em todos os níveis a alcançar não apenas seu melhor pessoal, mas o melhor para a organização um todo e movimentar a economia.

Habilidades de comunicação que dependem da escuta ativa – muito mais do que apenas ser capaz de falar e escrever de forma persuasiva, as habilidades de comunicação de liderança incitam os outros a trabalhar em direção ao objetivo declarado, de acordo com o caminho escolhido pelo líder.

Possuir ou obter as habilidades necessárias para atingir com sucesso as metas de negócios – trazer um conhecimento exclusivo para a mesa ou adquiri-lo pessoalmente ou por meio de funcionários e outros subordinados.

O que torna essas habilidades individuais tão importantes?

Primeiro, uma distinção precisa ser feita: a diferença entre um líder e um gerente. Um líder é alguém que faz a coisa certa, enquanto um gerente faz as coisas direito. Ou, em outras palavras, a administração é uma ocupação, a liderança é um chamado.

Conforme abordado na lista acima, esse chamado exige uma visão única para o sucesso e as ferramentas necessárias para comunicar e implementar essa visão. O líder deve possuir um conjunto de convicções claramente definidas e a ousadia e habilidade para traduzir sua visão em realidade.

Estudos dizem que o Alzheimer está ligado a insônia e a uma bactéria na gengiva

Estudos recentes investigaram caminhos que levam ao entendimento e ao tratamento do Alzheimer, uma das principais doenças degenerativas que afetam o cérebro humano. Existem estimativas de que o Alzheimer já tenha afetado mais de 30 milhões de pessoas ao redor do mundo. A grande maioria das pessoas afetadas são idosos. O dois estudos observaram que a privação de sono e a presença de uma bactéria que vive na gengiva podem ser grandes influências para o surgimento da doença.

As notícias sobre os dois estudos foram divulgadas na revista Science em janeiro deste ano, sendo que o estudo sobre a influência do sono no surgimento da doença é de responsabilidade de David Holtzman, pesquisador da Universidade Washington, localizada em Saint Louis, Estados Unidos. Já a pesquisa sobre a Porphyromonas gingivalis, a bactéria investigada como uma das causadoras do Alzheimer, teve as investigações realizadas por Stephen Dominy, membro da empresa Cortexyme, com sede em São Francisco, Estados Unidos. O estudo sobre a bactéria pode ser visto em um periódico divulgado no Science Advances e também contou com a participação de vários pesquisadores, além dos dois já citados.

Os motivos que levam uma pessoa a desenvolver o Alzheimer estão sendo investigado por diversos estudiosos ao longo das últimas décadas. Recentemente, uma das hipóteses mais aceitas pelos pesquisadores é que a proteína tau (o mesmo que a letra ‘T’ em grego) pode estar ligada diretamente ao surgimento da doença. Essa proteína pode ser observada em grandes quantidades no interior dos neurônios, principalmente os saudáveis, mas um problema em sua estrutura pode afetar o neurônio que terá um déficit de sinapses.

No primeiro estudo sobre a privação do sono a relação com a proteína tau é observada com clareza. O estudo afirma que o estado de atividade constante de uma pessoa que não dorme como deveria tende a afetar a produção desta proteína nos neurônios. Já o segundo estudo que trata da presença da bactéria na gengiva humana como um dos fatores do surgimento do Alzheimer, relaciona uma toxina liberada pela bactéria como um dos causadores da morte de neurônios e da estrutura da tau.

Guilherme Paulus compartilha sua experiência no Fórum sobre Negócios de Hub

O empreendedor brasileiro Guilherme Paulus foi um dos grandes nomes convidados a participar do Fórum Conectividade – Hub de Negócios que aconteceu no município de São Paulo, no fim do mês de novembro de 2018. Estima-se que o evento inédito, com inscrição gratuita e vagas limitadas tenha reunido mais de 300 pessoas no Teatro Renaissance, localizado na Rua Haddock Lobo, 746, esquina com a Rua Alameda Jaú, no bairro Jardim Paulista, na capital. Foi a parceria entre a Promo Marketing Inteligente (empresa especialista em eventos e na promoção de destinos e produtos turísticos) e o Mercado & Eventos (canal relacionado ao trade de turismo), juntamente com o investimento dos patrocinadores e apoiadores, que originou este encontro de profissionais interessados em assuntos relacionados à conectividade aérea.

O Fórum, que permitiu a Guilherme Paulus e os demais palestrantes compartilhar um pouco de conhecimento e experiência com dezenas de outros profissionais da área, teve como objetivo proporcionar à liderança atuante no setor uma base para discussões em busca do aprimoramento de ações voltadas para a evolução da indústria e para a contribuição do desenvolvimento da aviação comercial, não somente no país, mas também em toda a América Latina.

Diante do intuito de promover melhores práticas para os líderes da área, como apresentar informações estratégicas sobre oportunidades e políticas públicas, a grade do evento sobre Hub de Negócios foi elaborada para tratar de alguns dos tópicos mais importantes ligados à conectividade aérea e o atual cenário brasileiro. O evento estava previsto para durar cerca de quatro horas, iniciando no começo da tarde, às 13h30, da última segunda-feira de novembro, dia 26. Durante esse período, os seis assuntos seriam debatidos por diferentes profissionais experientes no segmento. Os temas confirmados para as palestras foram programados para seguir a seguinte sequência: (14h30) Companhias aéreas; (15h) Desenvolvimento de rotas; (15h30) Formação de Hub; (16h30) Aeroportos; (17h) Low-cost; e (17h30) Políticas Públicas.

Considerado um dos principais empresários atuantes no setor de Turismo no Brasil, o sócio-fundador da CVC (a maior operadora de turismo da América Latina) e fundador da GJP Hotéis & Resorts (empresa integrante do grupo GJP Participações e administradora de rede hoteleira), Guilherme Paulus, acompanhado do secretário de Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, finalizou a parte inicial do Fórum, onde participou abordando o tema Formação de Hub. Durante o quadro, iniciado às 15h30, Paulus entrevistou o secretário Pinho que discorreu sobre a rede de agentes que integram as etapas de desenvolvimento de um hub e as práticas mais acertadas de cooperação entre os aeroportos. Além disso, no decorrer do painel também foi mencionado o caso ocorrido em Fortaleza referente ao hub da Air France/KLM e Gol.

O Fórum Conectividade – Hub de Negócios, que contou com a presença do renomado empresário Guilherme Paulus entre outros nomes, teve em sua organização o apoio das entidades Localiza, Renaissance, Vinci Airports, Ministério do Turismo e Shift. A contribuição para a estruturação do evento em forma de patrocínio veio de Foz do Iguaçu, Ceará, Espírito Santo, FBHA, CVC, CNC e Inframerica.

 

Leia também: http://forbes.uol.com.br/negocios/2015/12/como-o-bilionario-guilherme-paulus-pretende-se-tornar-o-maior-hoteleiro-do-brasil/

A diferença entre liderança e gestão

Há um debate em andamento sobre a correlação entre liderança e administração – um gerente precisa ser um grande líder e um líder precisa ter boas habilidades de gerenciamento? Qual é a diferença entre liderança e gestão?

Liderança significa “a capacidade de um indivíduo de influenciar, motivar e permitir que outros contribuam para a eficácia e o sucesso das organizações das quais são membros”.

São frequentemente chamados de notícias brilhantes e mercuriais, com grande carisma. No entanto, eles também são vistos como solitários e pessoas privadas. Eles se sentem à vontade assumindo riscos, às vezes riscos aparentemente selvagens e malucos. Quase todos os líderes têm altos níveis de imaginação

A administração compreende direcionar e controlar um grupo de uma ou mais pessoas ou entidades com a finalidade de coordenar e harmonizar esse grupo para atingir uma meta.

As pessoas acompanham os líderes de maneira natural e voluntária devido a seus traços de carisma e personalidade, enquanto um gerente é obedecido devido à autoridade formal que lhe é conferida. Como resultado, as pessoas tendem a ser mais leais aos líderes do que aos gerentes.

Gerenciar e liderar são duas maneiras diferentes de organizar as pessoas. A liderança está definindo uma nova direção ou visão para um grupo que eles seguem – isto é, um líder é a ponta de lança para essa nova direção. Por outro lado, a administração controla ou direciona pessoas / recursos em um grupo de acordo com princípios ou valores que já foram estabelecidos. O gerente usa um método formal e racional, enquanto o líder usa a paixão e desperta emoções.

Conflitos de papéis. A liderança é uma das várias facetas da administração. Frequentemente, as mesmas pessoas jogam com diferentes chapéus – líder e gerente – em diferentes momentos. Embora não seja essencial, certamente ajuda um gerente se ele também for um bom líder. Por outro lado, os líderes se saem bem se tiverem algum grau de habilidade gerencial, porque os ajuda a prever a implementação de sua visão estratégica.

Grupos auto motivados podem não precisar de um líder e podem encontrar líderes dominantes. Alternativamente, pequenas equipes podem encontrar um líder natural emergindo com base em suas habilidades especializadas. Mas esse líder pode estar subordinado ao gerente da equipe na hierarquia organizacional, o que pode levar a conflitos.

Dá para ganhar dinheiro com Home Office?

O empreendimento próprio é o sonho de muitos, porém, nem sempre é possível, não só por falta de dinheiro, mas também de tempo, flexibilidade e outros fatores. Porém com a crise que se alastrou por anos e por conta do desemprego, uma nova forma de trabalho esta surgindo: o home Office. Com custos menores, praticidade, liberdade e flexibilidade este modelo de trabalho tem começado a ganhar o coração dos trabalhadores, porém, muitas vezes estas pessoas não sabem o número gigantesco de áreas que se pode trabalhar neste modelo.

Dentre as opções, é possível trabalhar como artesã / artesão, que depende, invariavelmente, mais da confiança e de uma divulgação, do que de uma loja fixa. A maioria dos artesanatos podem ser vendidos pela internet, por redes sociais e em lojas virtuais.

Um outro ramo que cresce cada vez mais e vale a pena investir é o setor de beleza, que é um dos menos impactados pela crise. Cabelo, unhas e outros tratamentos podem ser ofertados a domicilio ou na sua própria casa, e para começar, é possível ofertar os serviços para a vizinhança.

A consultoria também pode ser uma boa opção para pessoas que possuem um grande conhecimento, teórico ou prático, e que saíram a pouco tempo dos negócios, e ainda possui uma flexibilidade para trabalhar como freelancer; um serviço fixo ou uma ideia de negócio, para quem deseja empreender.

Um ramo que sempre está em alta, é o alimentício, afinal, precisamos comer para sobreviver. Por isso, ele é ideal para quem deseja abrir uma filial, ou para quem cozinha e deseja vender para fora. A demanda deste meio é sempre grande, mas, para possuir um diferencial, pense em nichos de mercado, como, por exemplo, a alimentação saudável; produtos sem lactose; produtos veganos ou relacionados.

Uma outra opção lucrativa, é o e-commerce de nicho, que se referem tanto a lojas virtuais específicas; a franquias virtuais; a organização de eventos; o trabalho como influenciador digital e a prestação de serviços, opções estas, que são amplas e podem alcançar um público cada vez mais vasto.

Desta maneira, existe espaço para todos, basta ter empenho, dedicação, estudo e planejamento, para que o empreendimento dê certo e você prospere.

Redes sociais e perfis se barram em limites de privacidade

Qualquer pessoa que possui dados confidenciais deseja que eles sejam ocultos a pessoas que não estão relacionadas com suas informações. Ninguém quer ter o seu número de celular exposto para pessoas ou empresas ligarem e oferecem algum produto indesejado.

Nem mesmo o e-mail, que é uma maneira menos invasiva de entrar em contato não é informado sem algum motivo por alguém, afinal as mensagens spams não devem ficar ocupando a caixa de mensagens de quem precisa responder e-mails importantes.

Uma prática que está sendo comum no mundo das redes sociais é o pedido de informações pessoais como o número do telefone. Existem pessoas que simplesmente por gostar da rede social ou do aplicativo informa o dado pessoal, mas existem também usuários que não querem deixar o número de telefone ou qualquer outra informação que leve a um contato mais direto. No entanto parece que alguns serviços e redes sociais não entenderam isso, ainda que não precisem de uma informação como essa para prestarem o seu serviço.

O que as empresas dizem sobre obter os dados de seus usuários é que eles terão um serviço mais personalizado. Anúncios e propagandas serão mais direcionadas ao perfil do usuário. Quanto maior as informações a respeito de alguém melhor seriam as ofertas e as facilidades que estariam ligadas aos desejos e as necessidades de um perfil.

De acordo com a troca entre aplicativos e usuários tudo estaria harmoniosamente bem, mas não é bem isso o que as pesquisas revelam. O professor Joseph Turow, da Universidade da Pensilvânia, mostra com suas pesquisas e com outras, que muitas das informações passadas são cedidas de maneira resignada e não por conveniência.

Muitas pessoas simplesmente cedem suas informações porque possuem muitos amigos nas redes sociais e por isso desejam continuar com o acesso. Não existe uma sensação de conforto, mas também não se sabe qual a solução para essa situação.

A privacidade de informações é um tema que atualmente vem ganhando mais notoriedade, principalmente depois de notícias do vazamento de dados do Facebook e o compartilhamento de mensagens particulares com empresas como Netflix e o Spotify, gerando mais cautela e leis que defendem a privacidade.